Será?

Resultado de imagem para em tempos de tantas palavras vazias

É bem verdade que palavras ditas por serem ditas de nada valem. Mas, se nos perguntássemos o porquê de irmos deixando pouco a pouco de alimentar o hábito do dizer “eu te amo”, talvez, perceberíamos o quanto enfraquemos nossas relações por conta disso!

São casais, filhos, irmãos e muitos outros tipos de relacionamentos que perdem, ao longo do tempo, o vínculo construído através dessa expressão.

Sem “treino”, com o tempo, vamos perdendo a coragem , talvez, até mesmo a vontade de expressarmos aquilo que sentimos pelo outro. E, depois de perdido, por mais que ainda exista amor, ele se silencia.

Quantas vezes você tem dito “eu te amo” a quem ama? Quem disser que não gosta de ouvir, sinceramente, creio que estaria mentindo. Mas, muitas vezes, mesmo gostando de ouvir, não se dispõe a dizer. E, uma hora, ninguém mais diz!

Com as redes sociais, muito se tem visto declarações e mais declarações. Mas, e no dia-a-dia? Será que elas também são feitas?

A pergunta, para mim, geradora dessa reflexão seria: Por que amamos tão deliberadamente e tão explicitamente uns aos outros no inicio das relações, e depois abandonamos ou não fazemos questão de expressar esse mesmo amor?

Que cada encontre sua resposta… .
MC

Atendimento online em: http://www.psicolink.com.br/mariacesar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s