O que a homossexualidade não é!

Resultado de imagem para nao ha cura paro q nao é doença

  • Essa é uma questão ainda pouco entendida pela maioria das pessoas e ainda não totalmente concluída pela Ciência: o porquê da homossexualidade! Portanto, não pretendo aqui realizar nenhum tipo de convencimento, mas promover a reflexão sobre o tema, trazendo informações oferecidas pela própria Ciência. Inclusive, não usarei minhas palavras para isso. Transcreverei partes de textos que abordam essa questão.

    Pra começar, “as tentativas de explicar a origem da homossexualidade incluem teorias que vão da mitologia à sociologia. No séc. XIX, psiquiatras concluíram que ser gay era um transtorno mental causado por equívocos na criação da criança – e essa ideia reinou na maior parte do séc. XX. Em 1973, a Associação Psiquiátrica Americana retirou da lista de distúrbios mentais o então chamado homossexualismo, passando a ser denominado de HOMOSSEXUALIDADE – porque o sufixo ‘ismo’ denota doença”.

    “Nos últimos anos, pesquisadores começaram a apontar novos e surpreendentes caminhos. As maiores novidades vêm dos estudos biológicos. Eles indicam que a formação da sexualidade acontece antes do nascimento – em partes pelos genes, mas também de fatores que atuam no desenvolvimento do feto. Não há nada comprovado e ainda falta muito a ser desvendado, especialmente pela influência do ambiente onde a criança é criada em sua sexualidade. Mas, as evidências estão causando uma revolução no pensamento científico. E, se comprovadas, poderão subverter noções básicas que construímos ao redor dos gays”.

    No entanto, “apesar da ciência estar caminhando para a noção de que a homossexualidade é inata, a Biologia não é completamente determinante. Tudo indica que a homossexualidade é o resultado da interação de 3 fatores: biológicos, psicológicos e sociais, mesmo que esses dois últimos ainda precisem de mais evidências”. 

  • Pelo descrito, muito há de ser descoberto e entendido. No entanto, apenas uma questão JÁ É totalmente desconsiderada: a de que a homossexualidade seja uma opção. Se tivermos um mínimo de empatia e nos colocarmos no lugar dos homossexuais, facilmente perceberemos que ninguém escolheria, apenas para ter prazer sexual, ser apontado na rua, ser discriminado, rejeitado e muitas outras situações com as quais os homossexuais acabam por enfrentar quando decidem se assumir em sociedade. Sociedade essa que deveria entender que não podemos negar direitos constitucionais em virtude de etnia, crença ou orientação sexual. Que independente de quaisquer circunstâncias TODOS temos o direito de sermos felizes a nossa maneira, desde que não estejamos a praticar nenhum mal a outrem. Que aquilo do qual eu não sei (pois não o vivo), eu não posso julgar.

    Enfim, que realmente “há mais mistérios entre o céu e a terra do que pode imaginar nossa vã filosofia”. Portanto, que não sejamos IGNORANTES diante daquilo que IGNORAMOS conhecer!

    MC

Atendimento online em: http://www.psicolink.com.br/mariacesar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s