Como não cair na monotonia sexual das relações…

Resultado de imagem para monotonia sexual

  • ✔Sexo a longo prazo só permanece bom, DE VERDADE, se existir DIÁLOGO!
  • 👉A monotonia sexual, como vimos semana passada, é algo que atinge grande parte dos relacionamentos duradouros. Com o passar do tempo, perde-se o TESÃO ESPONTÂNEO (aquele que só depende do desejo puramente físico e que costuma estar presente no inicio das relações) e os casais acabam por se habituarem a um sexo sem muito estímulo e de forma mecânica. Muitos são os motivos que levam a este cenário. Não consigo falar tudo em um único texto, pois ficaria extenso demais para este espaço. Hoje, vou abordar dois dos motivos que, geralmente, encontra-se presentes em quase toda queixa de casal no consultório.
  • 1. Falta de diálogo: liderando o ranking das reclamações, temos o silenciamento da fala sexual entre os casais. SEXO BOM É SEXO FALADO! Explico… Isso significa que tempo e convivência não são garantia de que o tesão permaneça ativo entre os casais. É preciso conversa, muita conversa. Dizer o que se gosta, como se gosta, o que sente falta, como não gosta, é fundamental para manter-se acessa a chama do desejo. Casais que não conversam sobre o sexo que praticam, fatalmente, cairão na mesmice do SEXO “BUROCRÁTICO”, ou seja, aquele que se faz por fazer, ou por obrigação. Homens, costumam querer mais sexo que as mulheres. E isso não significa que eles sintam, necessariamente, desejo por suas companheiras. Já mulheres, costumam colocar o sexo sempre em segundo plano. Esses dois fatos juntos podem gerar no parceiro o desinteresse em continuar “seduzindo” sua parceira que, por outro lado, necessita mais desse jogo da conquista para sentir-se mais propensa ao sexo. E quando digo falar sobre o sexo que fazem, é falar literalmente. Pois, vocês podem até serem excelentes companheiros de vida, mas se não tiverem espaços de troca sobre o desejo de cada um, se não conversarem sobre suas insatisfações sexuais, se não colocarem as cartas na mesa, com o tempo o sexo será apenas mais uma convenção dentro de suas vidas. Portanto, a primeira dica é: RASGA O VERBO, sim! rs
  • 2. Pudores em excesso: e nesse ponto, a mulherada costuma ser mais atingida. Por questões culturais e aprendizados disfuncionais, muitas mulheres são completamente influenciadas por pudores desnecessários e que atrapalham a boa vivência da sexualidade no geral. Precisamos ter em mente que sexo é entrega, é prazer, é tesão e é pele, sim. Mesmo, e devia ser principalmente, quando se ama. Sexo sem esses “aspectos” é sexo banal, medíocre, sem graça e que “morre” com o passar do tempo. Sexo do bom não combina com vergonha, com culpas, com medos, com “nojinhos”, enfim… Se você é recheada de “proibições” internas, muito dificilmente conseguirá manter-se erotizada em sua vida diária. Principalmente, porque temos muitas preocupações e ocupações que nos tiram a disposição e enfraquecem a nossa libido constantemente. Quanto aos homens, vejam se vocês não teriam determinados tipos de pensamentos machistas que possam interferir na desenvoltura de suas parceiras, do tipo “isso não é coisa pra se fazer com a esposa”! Se têm e elas percebem, logicamente irão se inibir. Segunda dica, portanto é: permitam-se sentir e gostarem de ter prazer!
  • Bom, hoje não tenho mais como me alongar. Muito há nesse campo a ser dito e conhecido pelos casais para que o sexo dentro de suas relações não se torne monótono. Importante mesmo é que tanto o parceiro quanto a parceira busquem formas de se manterem DESEJANTES e DESEJADOS. Assim, tudo fica mais fácil de acontecer.
  • MC @psicologa.conversa

Atendimento online em: http://www.psicolink.com.br/mariacesar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s